"Meio termo entre Guedes e Bolsonaro vai funcionar bem"

Telegram

Por 17 anos, Guilherme Aché trabalhou ao lado de Paulo Guedes, no banco Pactual e na gestora JGP, que co-fundou. Atualmente diretor e sócio-fundador da gestora carioca Squadra, que administra cerca de R$ 7,5 bilhões em investimentos, ele falou ao Globo que discorda da tese de formadores de opinião de que o governo Bolsonaro “vai dar errado”.

“Ter muita gente preocupada é um sinal fantástico. Isso mostra que tem muito potencial comprador.”

Aché considera “claríssima” a plataforma econômica de Bolsonaro e atribui as dúvidas em aberto à estratégia eleitoral.

“Se você pega a história do Paulo Guedes, está claro o que ele quer. As pessoas confundem clareza com posicionamento tático eleitoral de não divulgar (detalhes). Mas está claríssimo. Vai na direção de um Estado menor, buscando mais eficiência.”

E mais:

“O Paulo certamente é muito mais radical em relação ao liberalismo econômico do que o Bolsonaro, não vai conseguir implementar tudo o que sonha, mas acho que tem um meio termo que vai funcionar bem. Infelizmente, não vai ser o ideal, mas é suficiente para reviver o espírito animal do mercado.”

Comentários

  • Alexandre -

    Fazendo um projeto piloto e dando certo, Bolsonaro irá perceber que o caminho correto é a privatização.

  • Presidente-XVII -

    Jair Bolsonaro concorda com 85% do que Paulo Guedes diz, e Guedes concorda com 85% do que Bolsonaro diz. Pronto. Todo mundo feliz. Liberalismo econômico estratégico, com conservadorismo.

  • LUANA -

    ESSES tais vermelhinnhos tiveram longos anos p dar seus pitacos- acabooo, é acaboo se mudem pra venezuela pois o planinho de voces nao deu certo aqui

Ler 33 comentários