ACESSE

Meirelles cobra repasses do BNDES: "Não é o momento de fazer política"

Telegram

Henrique Meirelles, secretário estadual da Fazenda de São Paulo, cobrou que o BNDES faça repasses que haviam sido prometidos em meio à pandemia da Covid-19.

“O BNDES tem muito caixa, o que é bom. Estava previsto um aporte inicial de R$ 1,5 bilhão ao Banco Desenvolve SP. No entanto, por razões não compreensíveis, o BNDES se recusou a fazer os repasses para o Desenvolve SP. Fez para o setor privado, mas não para um banco do setor público”, disse Meirelles.

“Como disse o governador, este não é o momento de fazer política, mas de enfrentar uma crise”, completou o secretário.

Segundo Meirelles, a preocupação do governo paulista neste momento de reabertura da economia do estado é garantir a “manutenção do padrão de consumo das famílias” e a “liquidez das empresas”.

“Além disso, temos que melhorar o ambiente de negócios e a segurança jurídica”, afirmou.

Leia também: PANDEMIA: ESTE HOMEM NÃO PODE FALHAR

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 33 comentários