Meirelles: “Posso perder o seu voto, mas vou ganhar o seu respeito”

Em sabatina na CNA, Henrique Meirelles voltou a se exibir bastante — diria Michel Temer — por ter sido presidente do Banco Central no governo Lula.

Mas quis ponderar que não votou no petista.

“Não votei nele, fiz campanha contra ele. Só que fui convidado, fiz um acordo de independência com ele e assumi o Banco Central.”

O candidato do MDB disse também que seus adversários ficam “no falatório”, enquanto ele é o único que tem competência, honestidade, seriedade e experiência.

“Posso perder o seu voto, mas vou ganhar o seu respeito”, concluiu.

Comentários temporariamente fechados.

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Ler mais 6 comentários
  1. Meu respeito o senhor já tem, fique tranquilo. Não seria preciso sequer desembolsar seu dinheiro fabricando memes para isso. Agora o voto, não será dessa vez e jamais será pelo MDB.

  2. Meirelles presidiu o Conselho do Grupo JBS e não sabia de nenhuma irregularidade e nem das propinas pagas aos políticos. Um sujeito tão “inocente” não pode ser eleito nem como sídico de prédio.