Melhor amigo

Lula era “amigo” de Emilio Odebrecht. Um “amigo” com planilha e tudo.

Mas Lula era ainda mais “amigo” de Léo Pinheiro.

De acordo com Lauro Jardim, “a retomada da delação de Léo Pinheiro pela Procuradoria-Geral da República ainda não aconteceu. Mas quem conhece o que Léo tem a contar duvida que o acordo não seja fechado.

A razão é simples: só com a colaboração do ex-presidente da OAS, a PGR vai poder provar o que precisa nos casos do sítio em Atibaia e no tríplex do Guarujá — ambos pontos de honra para a Lava Jato”.

Léo Pinheiro está pronto para delatar o “amigo”.

Faça o primeiro comentário