ACESSE

As memórias de Dirceu

Telegram

José Dirceu, solto por Dias Toffoli, vai rodar o país para o lançamento da autobiografia que escreveu na prisão.

Em seu blog no UOL, Josias de Souza escreve o que se pode encontrar no livro do mensaleiro.

“O autor recuperou suas memórias apenas até o ano de 2016. Interrompeu a narrativa antes do período em que a Lava Jato pendurou no seu pescoço as duas sentenças que lhe renderam mais de 30 anos de cana.

Assim, os leitores poderão degustar os autoelogios, as aventuras e a teoria da perseguição política desenvolvida por Dirceu como se nada tivesse sido descoberto sobre ele depois da condenação do mensalão”.

Comentários

  • Mario -

    Os comentários fazem jus ao nível do site. Desinformação e ignorância.

  • Aderval -

    Vejo no noticiário que as prisões estão lotadas e que os petralhas condenados estão no SPA da justiça, tem visitas dinterim, tem aparelhos para escrever biografia, tem conhecimento do dia-dia político

  • Monstros -

    Só, mesmo, num país de corruptos isto é possível.

Ler 78 comentários