ACESSE

Mendonça demite diretor de órgão de inteligência após dossiê contra 'antifascistas'

Telegram

André Mendonça anunciou nesta segunda (3) a demissão do diretor de Inteligência da Secretaria de Operações Integradas (Seopi), Gilson Libório.

Em nota, a assessoria de comunicação do Ministério da Justiça informou ainda que Mendonça determinou a instauração de uma sindicância interna para apurar o trabalho da secretaria.

A Seopi, cuja cúpula foi toda trocada após a saída de Sergio Moro da Justiça, foi responsável por monitorar opositores ao governo de Jair Bolsonaro.

O trabalho da secretaria virou alvo do Ministério Público após o UOL revelar que o órgão produziu um dossiê com informações de 579 servidores e professores identificados pelo governo como integrantes do “movimento antifascismo”.

Leia mais: Por que eles saem da crise ganhando

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 73 comentários