Mensagem indica atuação de Santos Cruz em renovação de contrato da Apex com Sindicato da Indústria Audiovisual de SP

Demitida da Diretoria de Negócios da Apex, Letícia Catelani diz que resistiu a pressões para renovar supostos “contratos espúrios” firmados por gestões anteriores. Olavo de Carvalho, por sua vez, acusa o general Santos Cruz de “tráfico de influência”.

Entre olavetes que integram o governo, circula mensagem de WhatsApp que indica a atuação do ministro na renovação do patrocínio da Apex ao Sindicato da Indústria Audiovisual de São Paulo (Siesp), filiado à Fiesp.

A mensagem foi enviada no fim de março a Letícia Catelani pelo general Roberto Escoto, então chefe de gabinete do embaixador Mario Vilalva, que presidia a Apex.

Segundo Escoto, Vilalva havia recebido uma ligação de Santos Cruz, determinando a renovação do contrato. “O ministro solicitou que a Apex resolva essa questão impreterivelmente hoje até 1200hs”, escreveu.

Catelani nunca respondeu a mensagem. Mas, dias depois, o chanceler Ernesto Araújo demitiu Vilalva – abrindo uma nova crise que acabaria levando à queda da própria diretora.

Procurado por O Antagonista, Escoto afirmou que “não há nada de espúrio no contrato ou de ilegal da atuação de Santos Cruz”. Ele alega que a Secretaria Executiva do PPI (Programa de Parcerias de Investimentos), subordinada a Santos Cruz, tem assento no Conselho Deliberativo da Apex.

“Quando o embaixador me ligou, entendi que era uma coisa que o Planalto queria a gente apoiasse, que resolvesse logo.”

O Antagonista não conseguiu contato com Letícia Catelani. Santos Cruz não se manifestou.

Comentários

  • Reginaldo -

    O interessante é que Olavo de Carvalho sempre tem razão.

  • David -

    O Ancião da virginia tinha razão entao. Mas PS: Pow Olavo, menos palavrões! esqueceu aqui é quase uma frança.

  • Pedro -

    Militares não trazem voto no Congresso e nem intimidam corruptos. Pior ainda, também não são honestos. Serve para que os milicos no governo? Tem que mandar todos embora.

Ler 530 comentários