Mentiras de Lula

A IstoÉ desmonta completamente a versão de Lula sobre seu triplex.

Um documento reproduzido pela reportagem mostra que, pelo contrato assinado com a OAS, ele deveria ter desistido da compra do apartamento sete anos atrás, em 2009. Mas ele só desistiu em 2015, depois que O Globo publicou sua primeira reportagem sobre o imóvel.

A rigor, o triplex ainda é seu.

O segundo documento apresentado pela IstoÉ revela que, em 2012, o apartamento já constava como vendido. Em 2014, quando Lula e Marisa visitaram o triplex para acompanhar a reforma paga pela OAS, o imóvel não estava disponível. Ele já tinha um dono.

O terceiro documento confirma O Antagonista. Os cooperados da Bancoop não compraram cotas de imóveis. Ao contrário: eles tiveram de especificar o número de seus apartamentos.

Faça o primeiro comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

1200