MERCADANTE MOSTRA QUEM MANDA NO STF

Aloizio Mercadante é homem de Dilma Rousseff.

Ao tentar subornar Delcídio Amaral, ele agiu em nome da presidente da República.

Pior: ele deu a entender que o presidente do STF estava em suas mãos.

Leia a reportagem da Veja:

“Descrevendo seu plano, Mercadante deixa claro ao assessor que vai tentar ‘construir com o Supremo uma saída’ para Delcídio.

Diz que Ricardo Lewandowski, o presidente do STF, poderia libertar Delcídio por meio de liminar, durante o recesso de fim de ano do Judiciário. ‘O presidente vai ficar no exercício… Também precisa conversar com o Lewandowski. Eu posso falar com ele pra ver se a gente encontra uma saída’, oferece Mercadante.

Sem citar o nome, o ministro dá a entender que irá procurar outro ministro do STF e que sua ideia é fazer com que o Senado procure Teori Zavascki para pleitear a soltura do senador. ‘Talvez o Senado possa fazer uma moção, a mesa do Senado, ao Teori, entendeu? Um pedido: olha, nós demos autorização considerando o flagrante, considerando as condições etc, mas não há necessidade pá, pá, pá – pá, pá, pá. E tentar construir com o Supremo uma saída’, diz.

A menção ao STF foi ligeira mas estratégica. Naquela altura, a prioridade da família de Delcídio era libertá-lo antes do Natal. Havia, entretanto, a suspeita de que Teori negaria, como de fato ocorreu, o pedido de habeas-corpus. A oferta de Mercadante remediaria o problema.”

Faça o primeiro comentário