Mesada para Frei Chico era parte de um 'pacote' de propinas, diz MPF

Na denúncia contra Lula e Frei Chico, o MPF-SP diz que a mesada paga pela Odebrecht ao irmão do ex-presidente fazia parte de um “pacote de vantagens indevidas” aceitas pela dupla.

Entre os outros itens do pacote, estão as reformas no sítio de Atibaia (SP), pagamentos por palestras e uma doação de um terreno para o Instituto Lula.

A construtora desembolsou um total de R$ 1,1 milhão entre 2003 e 2005 para Frei Chico, que recebia pagamentos mensais em dinheiro vivo das mãos do ex-diretor Alexandrino Alencar.

ODEBRECHT: VINGANÇA EM FAMÍLIA E NOVAS REVELAÇÕES PARA A LAVA JATO. CONFIRA

Em troca, a Odebrecht mantinha a proximidade com Lula para obter favores como edição de medidas provisórias (como a do Refis da Crise), a venda do Parque da Cidade e o programa de
desenvolvimento de submarinos (Prosub).

Comentários

  • Luiz -

    Desgraçados. Gente da pior espécie. Quanta má fé dessa dupla hein?

  • Lédio -

    Chico Vigário ou "Chico Vigarista".

  • Flick -

    Honestidade comprada no ventre da família. O pacote já vem com Frei baratinho.

Ler 25 comentários