Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Mesmo com decisão liberando sua presença, Witzel irá à CPI da Covid

Ex-governador do Rio de Janeiro informou ao colegiado que irá testemunhar
Mesmo com decisão liberando sua presença, Witzel irá à CPI da Covid
Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil

Wilson Witzel informou à CPI da Covid que irá testemunhar amanhã, apesar de ter conseguido a liberação no STF. O ministro Nunes Marques garantiu ao ex-governador do Rio de Janeiro o direito de não comparecer à sessão desta quarta-feira (16) e de ficar ficar em silêncio caso vá testemunhar.

A defesa do ex-governador alegou ao STF que ele foi convocado para prestar esclarecimentos sobre operações da Polícia Federal e da Procuradoria-Geral da República “que se baseiam única e exclusivamente na palavra de um delator desguarnecido de qualquer prova para comprovar suas alegações.”

“Desta forma, fica evidente que a convocação do paciente na qualidade de testemunha, configura verdadeiro subterfugio ilegal para obrigar o paciente a comparecer compulsoriamente para prestar depoimento perante a CPI”, afirma a defesa do ex-governador.

Witzel foi retirado do cargo depois de processo de impeachment aberto justamente por conta de gasto no combate à pandemia. O ex-governador foi condenado por crime de responsabilidade após a compra de respiradores hospitalares superfaturados.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO