Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Metade do PSOL ainda aposta em candidatura da esquerda e sugere Erundina

Metade do PSOL ainda aposta em candidatura da esquerda e sugere Erundina
Foto: RS/Fotos Públicas .

A bancada do PSOL na Câmara rachou: cinco dos 10 deputados ainda acreditam em uma candidatura própria do campo da esquerda para a presidência da Casa.

Atualmente, partidos como PT, PDT, PSB e PCdoB estão, pelo menos formalmente, no bloco de Baleia Rossi (MDB). Mas o adversário Arthur Lira (Progressistas), candidato de Jair Bolsonaro, garante ter apoios entre eles.

Metade da bancada do PSOL — Áurea Carolina, Glauber Braga, Ivan Valente, Luiza Erundina e Talíria Petrone — ainda acredita que dê tempo de a esquerda se unir para a apresentação, no primeiro turno, de uma candidatura de esquerda. Para ser eleito na Câmara, são necessários 257 votos.

Esse grupo psolista enviou um manifesto com essa intenção para a executiva nacional do partido, que deverá se reunir amanhã para tratar do assunto. O nome sugerido para candidata é o de Erundina, a deputada de 86 anos que já foi comandou a cidade de São Paulo e que, no ano passado, foi vice na chapa de Guilherme Boulos à prefeitura da capital paulista.

“Derrotar o candidato de Jair Bolsonaro é uma das tarefas indispensáveis desta eleição. Mas isso pode ser feito no segundo turno”, diz trecho do texto.

Aliados de Lira apostam que o deputado de Alagoas será eleito já no primeiro turno.

Hoje à tarde, como antecipamos, o Novo, com oito deputados, lançará a candidatura de Marcel Van Hattem.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....