“Meu filho tem que provar que é inocente”

Questionado sobre a investigação de Luís Cláudio Lula da Silva na Operação Zelotes, Lula disse: “Meu filho tem de provar que é inocente”. Ele não entrou em detalhes sobre o repasse de R$ 2,5 milhões do velho amigo Mauro Marcondes para o caçula.

Foi o momento em que demonstrou mais irritação. Lula disse que “tem vergonha na cara”, mas não botou a mão no fogo pelo caçula e saiu em defesa do mais velho Fabio, o Lulinha, que, segundo ele, é vítima de calúnias.