Meu nome é trabalho

Dias Toffoli avisa que, ao assumir a presidência do Supremo, enviará ao Congresso uma proposta para acabar com os feriados que só existem no Judiciário.

Segundo a Folha, três feriados estão na mira do ex-advogado do PT: 11 de agosto, Dia da Criação dos Cursos Jurídicos no Brasil; 1º de novembro, Dia de Todos os Santos, e a Quarta-Feira Santa para juízes federais – a Páscoa começa neste dia da semana e vai até domingo.

 

Temas relacionados:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

Ler mais 79 comentários
  1. Este STF não representa os ideais democráticos de justiça de uma república de verdade. Maluf??? Dirceu??? Solto para trabalhar na metira petista de Lula. E ai???????????????????

  2. Sendo Petista usou o artifício da enganação. O Judiciário bem que podia tirar 30 dias de férias e acabar com o recesso , que seria muito mais em conta do que 0s 3 dias de feriados.. Tofoli começa mal.

  3. E se esqueceu do dia 31 de junho, o Dia da Mentira Pestista, este só celebrado pela quadrilha chefiada pelo 51 que, conta dentre eles o homem que quer acabar com os feriados absurdos.

  4. Esse vai colocar o STF em rota de COLISÃO com os brasileiros, vai afundar a tal SUPREMA que de SUPREMA não tem nada, um TRIBUNAL onde uma LEI escrita tem ONZE VERSÕES não merece CREDIBILIDADE.

  5. O país está aguardando que o olho de lince do novo presidente da suprema corte e costura veja outras porcariadas que polulam os escaninhos e corredores da casa também sejam extirpadas do cenário.

  6. Trabalho mas é p arrumar o “pega rapaz” do cabelo a fim de esconder a careca. Ele sabe q precisa ficar “bonito” pq se depender do conhecimento jurídico está ferrado. (E nós tamben “solidariamente”).

  7. O nome deveria ser fisiologismo!! Até agora não foi explicado a mesadinha de 100 mil e se essa grana é lícita. Nem a mídia, nem seus pares, nem a PGR, nem o Banco e nem a RF de pronunciaram!

  8. Tem que mandar ao Congresso uma proposta para que haja impeachment automático quando um ministro proteje bandidos, não aceitando denúncias contra eles, inocentando-os ou os tirando da cadeia.

  9. Porque não acabar com o auxílio-moradia, auxílio-saúde, auxílio-livro, auxílio-alimentação (mesmo recebendo lanche gratuito), férias de 60 dias, carro oficial, estudo remunerado, auxilio paletó, etc

  10. Toffoli começa a ESPALHAR FUMAÇA para despiste futuro. Inspira-se, por certo, na tática de despiste daquele molusco, a Lula (que a ciência ainda não descobriu que migrou dos mares para os pântanos)…

  11. Bem antes de se preocupar com os três feriados do Judiciário existem muitas outras coisas que o presidente do Supremo Toffoli100mil deve fazer, como explicar os depósitos de 100.000reais em sua conta.

  12. Podia acabar também com os penduricalhos da folha de pagamento dos juízes e promotores, com as saidinhas para palestras e outros “compromissos” fora do STF e com as duas férias forenses.

  13. O “Ministro” pretende também mudar a cor dos estofamentos das cadeiras? Por favor não esqueça das cortinas e tapetes !!! As plantas dos corredores também precisam de sua atenção… “Ministro” !!!

  14. • Lançamento de novo sabor das BALAS TOFFEE do STF:
    • SABOR PT: Pixuleco e Talagada
    • a bala que trabalha para ROUBAR o seu $$$$$$$$$$$$
    • A VENDA em todas as CADEIAS de biroscas e botecos

  15. Que tal o STF a trabalhar de segunda a sexta, todas as semanas, ter uma grade de férias para evitar o recesso e forçar os ministros ao trabalho no STF, e não em assuntos particulares?

  16. Eles devem aceitar a ideia e adicionar a este projeto a retirada dos penduricalhos, das ferias estendidas e criar a obrigação de que nenhum processo possa levar mais de dois anos lá, sob pena severa.

  17. Esse assunto levantado pelo ex auxiliar do criminoso que ele concedeu hc é apenas para deaviar o foco de sua pretensão de libertar o capo di tutti capi preso em Curitoba.