Michelle diz que não pediu autorização a Bolsonaro para discurso

Na entrevista que deu ao “Domingo Espetacular”, que irá ao ar neste fim de semana, Michelle Bolsonaro afirma que manteve em segredo até do marido o discurso que faria na cerimônia de posse.

Jair Bolsonaro, segundo a primeira-dama, soube da iniciativa pouco antes do evento. “Eu não pedi, eu comuniquei”, disse Michelle sobre seu discurso em libras.

Foi a primeira vez em que a mulher de um presidente da República discursou durante a cerimônia de posse.

A entrevista deve ir ao ar às 21h40 deste domingo.

O FIM DOS AMIGOS DA ONÇA NO PLANALTO. LEIA AQUI

Comentários temporariamente fechados.

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Ler mais 42 comentários
  1. Isso foi um erro, era a posse “dele”, seu marido, como Presidente do Brasil, portanto um espaço dele, de responsabilidade dele e do seu trabalho, é sempre bom lembrar que ela não foi eleita para

  2. A declaração de Michelle é apenas para deixar claro que o Presidente não armou o discurso dela – como ele foi acusado pela esquerda. Ela deixou claro que é uma mulher independente.

  3. O quinto mundo agora tem uma 1ª muda, q só sabe gesticular, fazer careta e ‘ameaçar’, sendo bajulada pelos que têm QI inferior ao dela! É melhor ela ficar muda, falando é um desastre!

  4. É uma grande injustiça com JB acusá-lo de “misógino e machista”! É público e notório q o ‘marido-presidente’ é manicaca! No ‘marido’, ela pode mandar!; mas no ‘Pte’, quem manda é o po

    1. *no presidente, quem ‘manda’ é o povo! Quem foi eleito foi JB. 1ª dama não é cargo, nem deve administrar ‘orçamento público’ para se fazer de boazinha com ‘assistencialismo evangélico’!

  5. A atual primeira-dama Michelle Bolsonaro, além da bela estampa, demonstra ser uma mulher forte, ativa, generosa, segura de si, dona do seu tempo.. de frágil ela só tem a aparência.

    1. Tem que explicar sim. Mas me explique você sobre o rombo trilhonário do PT. Empreiteiras, fundos de pensão, Pasadena, BNDES, refinaria Bolívia, etc, etc

  6. Vi o constrangimento do Presidente com o desconforto dele ao ficar em pé durante todo tempo por causa do seu problema de saúde. Se ela não falou foi uma traição deplorável. Parlatório é do Pre