Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Michelle tomou vacina nos EUA por recomendação de médico americano, diz governo

Em nota, Secom do Planalto diz que a primeira-dama 'reitera sua admiração e respeito ao sistema de saúde brasileiro, em especial aos profissionais da área'
Michelle tomou vacina nos EUA por recomendação de médico americano, diz governo
Foto: Adriano Machado/Crusoé

A Secom (Secretaria de Comunicação do Planalto) divulgou na noite desta sexta-feira (24) que Michelle Bolsonaro se vacinou contra a Covid nos EUA por sugestão de um médico.

A atitude da primeira-dama foi criticada por infectologistas, para os quais ela teria demonstrado desprezo ao SUS e à Anvisa, passando a impressão de que os imunizantes no Brasil não são seguros.

A nota da Secom diz que Michelle “reitera a sua admiração e respeito ao sistema de saúde brasileiro, em especial aos profissionais da área que se dedicam, incansavelmente, ao cuidado da saúde do povo”.

Leia, abaixo, a íntegra da nota da secretaria:

“A Secretaria Especial de Comunicação Social (Secom) informa que a Primeira-Dama, senhora Michelle Bolsonaro, integrante da Comitiva Presidencial a Nova Iorque (EUA), deslocou-se àquele país para acompanhar o senhor Presidente da República nas agendas oficiais, bem como para cumprir uma agenda sobre doenças raras na Missão do Brasil na Organização das Nações Unidas.

Antes de retornar ao país, submeteu-se ao teste de PCR, obrigatório para autorização de embarque, e durante a realização da testagem a Primeira-Dama foi indagada pelo médico se ela gostaria de aproveitar a oportunidade para ser vacinada. Como já pensava em receber o imunizante, resolveu aceitar. A Primeira-Dama reitera a sua admiração e respeito ao sistema de saúde brasileiro, em especial aos profissionais da área que se dedicam, incansavelmente, ao cuidado da saúde do povo.”

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO