ACESSE

Miliciano ligado a gabinete de Flávio é morto em operação da polícia

Telegram

O ex-capitão da PM Adriano da Nóbrega, acusado de comandar uma milícia no Rio de Janeiro, foi localizado pela polícia na madrugada deste domingo no município de Esplanada, área rural da Bahia.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública da Bahia, o miliciano trocou tiros com os policiais. Ao ser levado para um hospital da região, Adriano não resistiu aos ferimentos e morreu.

Adriano estava foragido havia mais de um ano. Ele é citado na investigação que apura a “rachadinha” no antigo gabinete de Flávio Bolsonaro na Alerj.

Segundo o Ministério Público, contas bancárias de Adriano foram usadas para abastecer Fabrício Queiroz. Além disso, o miliciano teve duas parentes nomeadas no antigo gabinete de Flávio.

É preciso investigar essa morte a fundo.

 

COMO ELE VIROU O VICE QUE BOLSONARO QUER. Saiba mais

Comentários

  • Edelson -

    QUEIMA DE ARQUIVO!!! MENOS UM NA LISTA DO FLÁVIO BOLSONARO!!!

  • Sonia -

    FLÁVIO ENTERRADO COMO TANTOS OUTROS POLÍTICOS ATÉ O PESCOÇO EM CORRUPÇÃO ,mas o mais grave é ser ligado ao presidente que prometeu acabar com a corrupção

  • Paulo -

    Vcs deixam subentendido que o Secretário de Segurança da Bahia, esquerdista e amigo do petralha Jacques Wagner, está envolvido em um plano para proteger o filho do Presidente. Vcs são ridículos!

Ler 289 comentários