ACESSE

Militares cogitaram divulgar resposta a Gilmar ainda no domingo

Telegram

Na Crusoé, Ana Viriato conta que a declaração de Gilmar Mendes sobre o Exército estar se associando a um “genocídio” no combate à pandemia da Covid-19 provocou surpresa e indignação nas Forças Armadas.

O ministro do STF tem boa interlocução com militares e foi recebido há menos de um mês pelo comandante do Exército, general Edson Pujol.

Chegou-se a cogitar a divulgação de uma nota oficial ainda no domingo, 12, mas Fernando Azevedo e Silva e os comandantes militares decidiram aguardar até o fim do dia por uma retratação de Gilmar –que não veio.

Clique AQUI para ler a reportagem completa.

Leia mais: O erro dos governadores na pandemia. Clique aqui para ler mais

Comentários

  • Fábio -

    Beiçola precisa de freio, alguém precisa parar esta locomotiva desgovernada que gaz o que quer no Brasil. Sabemos que o Ministério da Saúde está capenga. Mas Beiçola passa o tempo todo dos limites.

  • Rodrigo -

    Beiçola Mactep do judiciário estatal corrupto ,questionando o chefe do cabidódromo de emprego das FAA , antigo ministério da saúde.Só jogando ivermectina nos dois que acaba com eles de vez.

  • Maria -

    🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣Hilmar Mendes??????mais do que ele ha falou do pessoal de Curitiba??? Melhor sentarem pq vão cansar.

Ler 74 comentários