Miller não teria de cumprir quarentena, ao contrário do que disse Temer

Michel Temer disse que Marcelo Miller deveria ter cumprido quarentena “de dois ou três meses”, ao deixar a PGR e ir para um escritório de advocacia que atendia a JBS.

Falso.

Como mostrou O Globo, “Não existe período de quarentena para membros do Ministério Público. O decreto nº 4.187, de 8 de abril de 2002, que dispõe sobre o impedimento de autoridades exercerem atividades ou prestarem serviços após a exoneração do cargo que ocupavam”, é clara em excluir os membros do MP da necessidade de quarentena”.