“Minha preocupação é que as casas se transformem em laboratório de entorpecentes”, diz senador sobre maconha

Em relativa discordância do parecer da relatora Marta Suplicy, o senador Eduardo Amorim (PSDB-SE) apresentou um voto em separado na Comissão de Assuntos Sociais do Senado contra a liberação da produção de cannabis sativa pelas famílias, registra o G1.

Amorim ponderou que o Estado não terá condição de fiscalizar o plantio e defendeu que o fornecimento da cannabis seja feito pelo sistema público de saúde brasileiro – se preciso, com a importação do produto.

“Minha preocupação é fazer com que as casas se transformem, com a liberação do plantio, em um laboratório de entorpecentes”, afirmou o senador.

Defensores da liberação do plantio argumentaram que muitas vezes o SUS não consegue fornecer medicamentos e que a importação elevará demais os custos.

“Quantas vezes o SUS não deixou de importar o medicamento e atender pacientes?”, questionou o senador Waldemir Moka (MDB-MS).

“Nós sabemos da dificuldade do SUS de importar medicamentos”, disse a senadora Lídice da Mata (PSB-BA).

Com uma oposição tão amena, não espanta que o projeto de lei avance.

A terapia da maconha

O cultivo da maconha, segundo Marta Suplicy

Os generais acompanham as primeiras ações do futuro governo — e não aprovam tudo... LEIA AQUI

Comentários temporariamente fechados.

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Ler mais 88 comentários
    1. Porque faz mal, animal! Queira você ou não, a maconha prejudica o cérebro. Por isso você não tem argumentos, só sabe mandar os outros tomar no cu. Seu cérebro já se esvaiu.

  1. Gostaria de saber se os filhos desses senadores fossem viciados em drogas, será que eles votaríam a favor? A maconha é um campo aberto para outras drogas pesadas, conheço famílias que sofrem mui

    1. não sei pq alguns se acham no direito de decidir o que outros podem ou não consumir !!! se for alcool pode tomar até morrer e matar um bocado ..agora se for cannabis ..já não pode …ah vtnc por

  2. Por que não o meio termo? Se em qq uma das propostas o Estado terá d participar, então q o próprio Estado mantenha plantação em Faculdade d Farmácia, por exemplo, c/controle da produção e dis

    1. Fernando, era essa reação que esperava. As pessoas precisam ser tratadas como adultos e pagarem por seus erros. Quer usar drogas? mas se causar dano a outrem vai levar chibatada da lei.

  3. muita coisa pra ser resolvida antes disso, mas deviam plantar aqui no brasil e em vez de importar, Exportar para os Países que estão liberando agora, como Canadá, gerar receita e emprego no campo

  4. Pra uso médico, basta usar as toneladas e toneladas de maconha apreendidas no Brasil… Quanto ao plantio em família para uso médico, já antevejo um novo serviço médico clandestino: venda de ate

    1. todos os problemas têm a sua vez …milhares de jovens morrem por dividas ridiculas a traficantes ..essas mortes não pesam no teu cu seu desgraça

  5. Toda e qualquer coisa que venha dessa mulher é daninho. Ela, da mesma forma que o Andrade, é adepta das mulas-sem-cabeça de Frankfurt, como tal, devotada ao fim da sociedade ocidental. É cão raiv

    1. o alcool mata a maconha não ….mas a ignorancia profunda aflora por todo o lado …filhos da puta ..vão dar o cu para um jegue

    1. mau gosto é ver jovens morrerem por dividas ridiculas a traficantes …mas vc pode encher o cu de cachaça e morrer e matar que está tudo certo ….vai meter um pau no cu desgraça

  6. O problema é que quem precisa, precisa de entrar na justiça e quem não precisa, compra nas portas das escolas. Tenho um filho autista hiperativo e não veria mal algum em medicá-lo com cannabis

    1. Toda droga é viciante. A Risperidona que meu filho toma e eu compro legalmente com receita médica vicia. O problema é que quem NÃO PRECISA DA DROGA está usando e DESTRUINDO seu cérebro.

    2. tendo em vista o efeito letárgico que a gente vê nos viciados por aí. os jovens de hoinje são em grande parte mocorongas porque enchem o rabo de maconha. tem que COIBIR o tráfico e

    1. No Brasil nunca se combateu de verdade. Governos passados sempre foram beneficiados por traficantes e crime organizado. Vamos ver se 10 anos pra frente de combate mais sério não ajuda.

    2. Se pudéssemos proibir e acabar com o tráfico e consumo , seria maravilhoso . Mas é hipocrisia , ingenuidade achar isso possível .

    1. O próprio General Augusto Heleno disse ” A sociedade tem que discutir as possibilidades , o enfrentamento nunca acabará com o problema ”

    1. Todo começa com o poapinho de ser medicianl, para o bem comum, blablabla. Depois vira num NARCOESTADO como estão afirmando de Amsterdã, e de toda Holanda com aumento da criminalidade

    2. Só ver o NARCOESTADO de Amsterdã. Pesquise aí. Empresas indo embora, comerciantes trocando de cidade. Virou turismo só de drogados. Pode apostar que vai virar uma cracolândia em breve.

    3. Pesquisa sobre o NARCOESTADO de Amsterdã. Lá virou um turismo da droga. As empresas estão saindo, comércio trocando de cidade. Veremos em pouco tempo uma cracolândia lá, apostar?

    4. Com o marxismo liberado nas nossas escolas e universidades vemos o resultado. BURROS E MAIS BURROS vagando pelas ruas, sem saber nada da vida. Assim será com as drogas, Amsterdã é assim.

    5. Argumento imbecil dos socialistas, dos trastes vermelhos, o mesmo argumento a favor do aborto, dizendo que esses diminuiriam.

    1. O problema é mundial , a solução é estudar as formas de enfrentamento e flexibilização em outros paises , e aplicar o melhor modelo para o nosso País .

    1. Quem tem que discutir são os técnicos e especialistas em saúde , segurança . . . Não pode é deixar como querem os traficantes .

    1. Pensei a mesma coisa, Lúcia. Principalmente a Marta Suplicy, que ainda deve ter um bom número de eleitores petistas maconheiros, a favor da liberação geral.

  7. Até dia primeiro de Janeiro mil anos de aberrações, violências e acorrentamentos serão aprovados, estamos presos nas garras dos bandidos que de posse das leis são de alta periculosidade.

    1. Na boa, remédio é droga, bebidas alcolicas são drogas! Qual o problema de liberar? deixa o drogado se matar, usar, dár etc! O lugar que mais vi maconha na minha vida foi no plano piloto

  8. Como podem ser tão irresponsáveis esses defensores da “cannabis livre”??? O Estado não dá conta de reprimir a violência já existente, como vai controlar os plantios caseiros da erva???

  9. Tem que se respeitar a liberdade da pessoa fazer o que bem entender, e fazê-las arcar com as consequências. O estado agir duramente se alguém prejudicar alguém. O resto é palhaçada.

  10. Como já comentei em outro post estão mencionando maconha e não canabidiol.Paciente tem de se cadastrar no SUS e retirar na UBS de seu bairro.Aí eu quero ver quem topa ser fichado…

    1. Perfeito o comentário. As pessoas vão refinar a planta para extrair o canabidiol? Ou médicos vão receitar um baseado?

    1. Adriano. Nosso povo não está evoluído suficiente para isso. Não sou jovem, nem de esquerda. A única droga que usei e uso, é a cerveja…conheço cientificamente esta Planta Medicinal, usada em t