ACESSE

Ministério da Defesa evita esticar a corda da crise com Gilmar

Telegram

Apesar de cumprir a promessa de acionar a PGR contra Gilmar Mendes, o Ministério da Defesa não pretende esticar a corda da crise, relata Ana Viriato na Crusoé.

A pasta decidiu não divulgar a íntegra da representação para evitar mais barulho. O documento é assinado pelo ministro Fernando Azevedo e Silva e pelo comandante do Exército, general Edson Pujol.

Leia AQUI a íntegra da reportagem.

Leia mais: Ele age para blindar Bolsonaro? Clique aqui para ler na íntegra

Comentários

  • Paulo -

    Nossos covardes fardados se transformaram em gatinhos angoras de Gilmar. miam fininho como bons covardes! Que vergonha!

  • Uirá -

    Precisa? Não é só deixar Gilmar se ENFORCAR por CONTA PRÓPRIA? Ainda mais, porque ele partiria para o CONFRONTO ABERTO se não estivesse DESESPERADO? Deixa o HOMEM se ENFORCAR e CAVAR a PRÓPRIA COVA.

  • Victoria -

    Em vez de atacar o Gilmar deveriam estar pegando o quepe para caírem fora destte desgoverno total e cheio de ideologia maluca

Ler 55 comentários