Ministério Público arquiva investigação sobre a Prevent Senior

O Ministério Público de São Paulo arquivou a investigação aberta em março sobre o plano de Saúde Prevent Senior, suspeito de esconder mortes por Covid-19 em sua rede de hospitais.

Os promotores concluíram que irregularidades na notificação foram sanadas e que não havia intenção de omitir os dados, apenas dificuldades operacionais no início da pandemia.

Também não foram encontradas provas para culpar a rede Sancta Maggiore, administrada pelo plano, e seus dirigentes pelas contaminações ocorridas dentro dos hospitais.

“As provas colhidas não tiveram o condão de trazer indícios suficientes para apontar a prática dos crimes investigados pelos profissionais de saúde ou dos representantes do hospital”, afirmou em nota o MP-SP.

Em nota, a Prevent Senior afirmou que o arquivamento “corrobora o que sempre alegou: nunca houve as irregularidades nos hospitais e serviços de atendimento alegadas por alguns membros de instituições públicas”.

Leia mais: O erro dos governadores na pandemia. Clique aqui para ler mais
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO