ACESSE

Ministério Público faz buscas na sede da Cervejaria Backer

Telegram

O Ministério Público e a Polícia Civil de Minas cumprem nesta manhã um mandado de busca e apreensão na sede da Cervejaria Backer, em Belo Horizonte.

A operação é deflagrada após o Ministério da Agricultura encontrar novos indícios de erros na produção de bebidas, que causam intoxicações de consumidores desde janeiro.

Segundo o MP, as buscas ocorrem para a “coleta de documentos que se encontram na sede da empresa, visando trazer elementos ao Inquérito Policial e embasar a manifestação do MPMG”.

A Polícia Civil concluiu em junho o primeiro inquérito sobre a intoxicação por dietilenoglicol em cervejas da marca.

Ao todo, 11 funcionários da Bakcer foram indiciados. O inquérito foi concluído com 29 vítimas criminais, incluindo sete mortes.

Leia mais: Como governos compram apoio de veículos de comunicação

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 5 comentários