Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

"Ministério tem pressa e sente angústia", diz sub de Pazuello

“Ministério tem pressa e sente angústia”, diz sub de Pazuello
Foto: Anderson Riedel/PR

Durante balanço sobre as medidas de combate à pandemia, o secretário-executivo da Saúde, Élcio Franco, disse que Eduardo Pazuello foi mal interpretado ao dizer que não haveria motivo para angústia e pressa para a vacina contra a Covid-19.

“Quando quis dizer sobre não haver angústia e pressa, queria destacar a capacidade que o ministério tem com o próprio PNI [Programa Nacional de Imunização], quando disponibilizamos anualmente em torno de 300 milhões de doses para toda a população, com rede de frio adequada e da expertise, de fazer, dentro da gestão tripartite, com estados e municípios, a logística de chegada dessa vacina aos 5.570 municípios e aos 38 mil postos de vacinação em todo o país. Foi nesse intuito que quis dizer que não haveria motivo de pânico com relação à capacidade de chegarmos, com essa capilaridade, a todos os municípios do país”, afirmou.

“O ministério tem pressa e sente angústia, mas prima, primeiro, pela segurança e eficácia, e em segundo, que os laboratórios nos ofereça. Não adianta a gente tentar contratar, o laboratório tentar informar uma coisa, mas não disponibilizar para a nação brasileira essa vacina”, disse depois.

Ele afirmou que a pasta só vai assinar contratos com as farmacêuticas depois do registro das suas respectivas vacinas na Anvisa.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO