Ministra do STJ nega habeas corpus a Beto Richa

Laurita Vaz, do STJ, indeferiu liminarmente pedidos de habeas corpus do ex-governador do Paraná Beto Richa e de sua mulher, Fernanda Richa, informa Fausto Macedo.

A medida mantém o casal atrás das grades na Operação Radiopatrulha. Eles foram presos na terça, por suspeita de ligação com suposto esquema de propinas de R$ 70 milhões para o tucano.

A prisão de Beto e Fernanda –temporária, por cinco dias– foi decretada pelo juiz Fernando Bardello Silva Fischer, da 13.ª Vara Criminal de Curitiba. Os dois já haviam tentado obter HC no TJ do Paraná, sem sucesso.

Comentários temporariamente fechados.

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Ler mais 15 comentários
  1. Parabéns a ministra Laurita Vaz! Tem que negar mesmo, lugar de ladrão é na cadeia, e tem que devolver tudo que roubou. E o pior que o corrupto ainda é candidato, é o cúmulo do absurdo. Bolsonaro