Ministro da Cidadania defende política mais dura para dependentes químicos

Em entrevista ao Globo, o ministro da Cidadania, Osmar Terra, defendeu a internação involuntária de dependentes químicos e disse que o país vive uma “epidemia de drogas”.

“Olha o que aconteceu com o Brasil. Estamos há 30 anos com o Ministério da Saúde pregando só a redução de danos. É proibido falar em abstinência. É proibido falar em internação involuntária. É proibido falar em comunidade terapêutica. Era. Agora mudou. Qual é o resultado disso? É epidemia, é cada vez mais gente morrendo, a juventude com um índice altíssimo de homicídio, de violência, tudo em função das drogas. Estamos fazendo uma mudança de paradigma. Estamos trabalhando a questão da abstinência como uma das políticas públicas, não estamos negando a redução de danos. O problema é que a redução de danos sozinha não resolve nada, é só redução, ela não faz a pessoa parar de usar droga, não faz a pessoa voltar para uma vida produtiva.”

O teste de resistência de Bolsonaro chegou antes do que se imaginava. SAIBA TUDO

Comentários temporariamente fechados.

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

  1. DDaniela Andrade Coelho disse:

    Este ministro não tem assessores?!! Que visão superficial da questão! Ninguém pode tratar dependência química, de maneira involuntária. A decisão do paciente é parte do processo terapêutico.

Ler comentários
  1. DDaniela Andrade Coelho disse:

    Gostaria de saber fontes e referências de estudos sérios que justifiquem a efetividade da medida. Sem aautodeterminação do paciente, as chances de recaída são imensas. Desperdício de dinheiro público.

  2. Morrowind disse:

    Por que gente do governo vive dando entrevista pra grôbo se sabe que é 100% certo que a grôbo vai sacanear depois? 🤔

    1. Pq esse papo de grobo é só uma distração pra ala mais aloprada de bolsominions, gente seria e inteligente tá nem ai pra essa guerra contra a mídia.

  3. Biofeminista disse:

    Bom, no mais, duvido muito esse Estado de Coisas de Mierda da Boa obrigar a internação de um ricaço. Eu chamaria esse ministreco de Jesus Cristo.

  4. Amilcar disse:

    Parece que o Ministro da Cidadania leu o Decálogo de Lenin e o compreendeu. A receita de Lenin é destruir moralmente a juventude, a economia e o respeito às instituições, Destruir para dominar.

    1. Eu gostaria de fontes e referências de estudos sérios problemas que mostrem a efetividade de internação involuntária. Se o paciente não está autodeterminado as chances de recaída serão gigantes.

    2. Fonte. Referências. Se a juventude se corrompe é com a ajuda dos mais velhos. Não caso do brazil, com a ajuda do Estado. Contudo, acho que voce quis dizer: Protocolo dos Sábios do Sião.

  5. Eli disse:

    O tráfico cresceu demais nas últimas décadas, aliás, o projeto do Moro está sob o traseiro gordo de alguém?

  6. Marcela disse:

    Amanhã todos na passeata contra o congresso corrupto e supremo lagosta!

  7. OBSERVADOR🇧🇷 disse:

    Prisão para a droga do Rachid / Metadinha

  8. Biofeminista disse:

    Drogas já não é mais uma questão moral, ou apenas social, é, também, uma questão mercadológica. Crack para pobre, maconha pra classe média, cocaina e ecstase para os ricos.

    1. Em resumo, Dirce, internação involuntária de pobres, (rico não precisa passar por isso,) pode aliviar a consciência de alguns escroques, mas não garante NADA ao dependente.

    2. Dirce, 1-Mercado é dinheiro. 2-Droga é Mercado. 3- O Estado usa o dinheiro das drogas. 4-O Estado Corrupto (milícia e polícias, judiciário) contribuem com o mercado.

    3. Completando. Alguém gargalhar sobre isso é tão terrível c/ o problema das drogas!

    4. Só pode falar sobre drogas, quem conheceu de perto seus efeitos em quem a consome. É o que de mais terrível pode acontecer c/ alguém. Alguma coisa tem realmente que ser feita!

    5. Carlos, por exemplo, tá craqueadinho. Pobre de direita. Gargalhando.

    6. Vai trabalhar vagaba deixa de ficar pendurada nad costas dos outros

  9. OPJ disse:

    A turminha lacradora e os psolistas não curtiram a declaração do ministro.

    1. Enfie sua opinião sobre mim bem fundo no seu rhabo, Felipe. Não me interessa. Cresça, e me ignore. Não me leia.

    2. PORR@! É Burra ou BARRA, veja se se define logo como alguma merd@!

  10. Marcelo disse:

    Apoiado ! Internação compulsória em campos de recuperação para cracudos e cachaceiros e dementes que perambulam pelas nossas ruas. Uma medida humanitária ! Prisão perpétua pra traficante.

    1. Apoiado! A esquerda é contra porque são todos drogados.

  11. Biofeminista disse:

    Tráfico de drogas e armas constituem a terceira maior renda ilegal do Globo. NINGUÉM quer realmente acabar com esse MERCADO. O dinheiro dele se lava legalmente no sistema financeiro.

    1. Dinheiro de drogas também paga imposto; iss, pis, cofins, icms, bandeira vermelha....

  12. Biofeminista disse:

    Enquanto as polícias facilitarem a vida de milicianos, traficantes, sim, distribuidores de armas, sim, podem botar pra lascar nos dependentes químicos, eles voltam para as ruas e a droga está lá.

    1. As policias vírgula, cria vergonha na cara e não venha jogar isso nas costas das polícias...

    2. Hoje, o maior aliado dos traficantes não é o usuário de drogas, porém o Estado.

  13. FREITAS disse:

    Dependente químico não tem discernimento. Portanto, a internação tem que ser na "marra".

  14. LUCAS_SILVA disse:

    URGENTE! Fábio Assunção entrega à deputada Regina Feghali esboço de projeto de Lei que legaliza o uso recreativo da maconha! A deputada promete entregar a CCJ da Câmara.

  15. Márcia disse:

    Quem compra droga, financia a violência! Todo apoio ao ministro!

    1. Quem compra financia isso imagina quem permite isso entrar no Brasil.

  16. alberto disse:

    prova basica que o dependente nao e vitima , e cumplice , .. se nao houvesse compradores , nao existiria a industria automobilistica , de televisores , de celulares , e mesmo de petroleo e ,madeira il

    1. É e não é, quando decide usar pela primeira vez é cúmplice, depois de criado a dependência química no organismo vira vitima.

  17. alberto disse:

    como eu sempre costumo dizer , o produtor , e o traficante de drogas so existem porque existe o cara que consome , portanto este nao e vitima , ele na realidade e o provedor da desgraça das drogas

  18. Luis disse:

    E os interesses para que o consumo continue? Logo veremos "especialistas" combatendo a ideia. E não só especialistas. Mais uma frente aberta pelo governo. contra inimigos perigosos.

  19. caio disse:

    Tai!! Mais um legado da esquerda ... morram comunistas , morram !!!

  20. Ronaldo disse:

    Concordo totalmente com o ministro! É um absurdo, hoje todas as cidades possuem uma cracolândia e a lei impede que o viciado seja internado compulsoriamente...

  21. Ronaldo disse:

    Podem por na conta do PT e dos direitos humanos, tinha fechar drogados ate que perceber que isso faz muito mal a saude, vão trabalhar ganhar dinheiro, que a felicidade vem.

  22. Brasil disse:

    Vai começar prendendo o presidente da República que é um ALOPRADO-MOR...

    1. Não respeita o Presidente do seu País e usa o nick Brasil ? Por acaso é retardado?

    2. Não dá nem pra começar argumentar com.um idiota desse. O que o presidente tem a ver com o POST? És apaixonado pelo Bolsonaro? Fixação? Só pode.

    3. E de cara fuzilar tua cara imbecil ridículo .. comunista vagabundo

  23. Fabio disse:

    Dependente não tem capacidade alguma para tomar decisão, tem que perder todos os direitos e ser tratado a força ou que vá para forca

  24. Lucas disse:

    pura verdade. Os gov anteriores eram de esquerda, a favor das drogas, da put@ria, imoralidades. Gov conservador COMBATE as dorgas, o que é o certo!!!

  25. Deise disse:

    Certíssimo o Ministro! Redução de danos é papo de quem quer continuar usando drogas e de profissionais q querem lucrar c um tratamento infinito. Quem usa perde a noção da realidade

  26. Eugênio disse:

    Cadeia compulsória pra político corrupto urgente.

  27. Cláudio disse:

    Nenhuma associação médica nos EUA aprova um derivado de maconha para ser usado comercialmente. Estão querendo transformar maconha em fitoterápico. Só tem efeito em epilepsia infantil. Só.

  28. Cláudio disse:

    Quem defende a liberação é a turma do Gregório Duvivier, que sonha em um dia comprar o seu bagulho numa loja chique do Leblon, com selo de qualidade "premium" e sem ter que lidar com favelado.

  29. Nadir disse:

    Poderia falar aqui dos absurdos que cada ministro encontrou em seus ministérios. A Damares já comentou... a imprensa silente. Por que?

  30. Schio disse:

    Crack: usuários se tornam zumbis. Ponto de não retorno. Sugestão a pensar: local isolado para os morto-vivos, e tome crack até a morte. Não vão fugir, são escravos da pedra. Tendo-a, é tudo.

    1. Concordo plenamente. Na minha área de atuação, vejo isso de perto. Se não for involuntariamente, entregue-os ao limbo.

  31. Schio disse:

    Internamento só dopa com outras drogas ( chamadas de remédio ). O Nóia fica lá noiado do mesmo jeito. Não tem como retirar a droga de vez. Nos EUA já tratam dosando a droga costumeira.

  32. Gladiador disse:

    Não pode! Que coisa absurda! Levar o cara compulsoriamente pra tratamento que isso! Já deixar o sujeito definhar nas ruas, virar um zumbi urbano, Não tente devolver a DIGNIDADE. Isso é crime.

  33. Carlos disse:

    O PT drogou o Brasil, destruiu jovens, famílias e é essa gente que quer impichar o Bolsonaro? Vão levar é por rada! Ali tem uma petista que quer "estudos sérios" que justifiquem a medida

  34. EDUARDO disse:

    Que tal prender os alcoolatras e os fumantes? Não seria mais prático prender os grandes traficantes? Não favelado que vende trouxinha. Ou eles têm conexões políticas?

  35. Gabriel disse:

    Daniela Andrade Coelho, em questões graves não é assim não. Viciado em craque é um caso sério e a parte. Tem que deixar bem clara a distinção e os níveis de vício. Drogas, etc. Só isso.

  36. Eugênio disse:

    Pra dependentes de corrupção tem medidas DURAS?.

  37. Jandir disse:

    É bom que alguém comece a falar desse assunto com a coragem que necessita. Se proíbe fumar, canudinho, até saleiro na mesa, mas drogas só se estimula.

  38. Roberto disse:

    Que tal penas mais duras para políticos. O Lulla pode ser ressocializado? E o Queiroz? E os milicianos?

    1. Vc foi perfeito no seu comentário, Lula presidiário pode sim ser ressocializado pq ele tá na cadeia, Queiroz não, Queiroz é livre e não precisa por enquanto disso.

  39. Capitão! disse:

    Tive um orgasmo agora ao ler isto! Bom demais meu Deus🙏🏼🙏🏼 Pessoas sérias no governo para mudar os rumos tortuosos que a nossa Nação estava seguindo. Bom demais!!!!!!!!

  40. Olga disse:

    Concordo, se não houver uma atitude mais firme continuaremos no mesmo círculo vicioso e em breve acabaremos como os EUA com uma média de 60 mil jovens mortos por ano pela epidemia de opióides.

  41. Ricardo disse:

    E o principal deveria ser como impedir que mais jovens se lancem na autodestruição das drogas.

  42. Rodolfo disse:

    O Brasil tem que triplicar a pena pra maconheiro, cheirador, viciado em drogas! Oferta e demanda! Se acabar com a demanda, a oferta cai também! Drogado não é pobre coitado, é vagabundo!

  43. Rodolfo disse:

    Drogado é tudo FDP! Raça de vagabundos! São esses miseráveis que FINANCIAM as drogas e os fuzis de guerra que vemos por aí! Essa gentalha tem SANGUE nas mãos!

  44. Pedro disse:

    Aí aparece a Daniela falando que tratamento compulsório não é totalmente efetivo. Então aqui fica a pergunta; e sem tratamento resolve?

    1. E está se falando de internação. Alto custo. À revelia? As chances de recair são imensas. Desperdício de dinheiro público.

    2. Sem tratamento até pode resolver, se o paciente estiver muito determinado. Agora, tratamento sem autodeterminação do paciente é muito mais difícil de funcionar.

  45. GERALDO disse:

    Governos do Mundo (ONU) pagarem cientistas, desenvolverem VACINAS que faça o corpo rejeitar, cigarro, cocaina, crack, etc. PEGA O VICIADO e Vacina, se for usar, ele passa mal, perde o prazer da droga

  46. Vicente disse:

    Foram 30 anos de estímulo a droga, pelos moderninhos do pt e da esquerda de forma geral!

    1. Derby procure se informar mais. Um dos maiores problemas dos EUA, hoje, é a a chamada “crise dos opioide”. Internação à revelia não tem feito parte do arsenal terapêutico.

    2. complicado ñ se informar os EUA, viveram essa epidemia a 30 anos atraz e resolveu c internação compulsória, o indivíduo fica SEM ALMA, guando possuído pela droga, ele ñ tem capacidade d discern

  47. Carlos disse:

    Parabéns Ministro! Problema difícil mas que precisa ser enfrentado com muita força!

  48. Vergonha disse:

    Pensamento LOGICO, para quem tinha um lar , com PAI e MÃE responsaveis e preocupados com o carater e futuro dos filhos, coisa que hoje é quase tabu , oque vale é LGBTYXSP, drogas e libertinagem .