ACESSE

Ministro da Defesa diz que 'comemoração' não é o termo certo para 1964

Telegram

Em Washington, o ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva, afirmou que não é o caso de usar a palavra “comemoração” para marcar os 55 anos do 31 de março de 1964.

“O termo aí, comemoração na esfera do militar, não é muito o caso. Vamos relembrar e marcar uma data histórica que o Brasil passou, com participação decisiva das Forças Armadas, como sempre foi feito”, declarou o general à Folha.

“O governo passado [do PT] pediu que não houvesse ordem do dia; este [governo], ao contrário, acha que os mais jovens precisam saber o que aconteceu naquela data, naquela época”, acrescentou Azevedo e Silva.

O ministro afirmou ainda que os eventos para marcar a data serão intramuros, como leitura da ordem do dia, palestras e formaturas militares.

O Centrão já prometeu: “Depois do Carnaval vai ter porrada” no governo. LEIA AQUI

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 101 comentários