Ministro da Defesa diz que não vislumbra base militar dos EUA no Brasil

O ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva, disse hoje por meio de nota que não vislumbra a instalação de uma base militar dos EUA em território nacional, registra o Estadão.

Segundo o general, não existe “nenhuma demanda” sobre o tema.

Mais cedo, Augusto Heleno também negou que uma base americana esteja nos planos de Jair Bolsonaro. “Não tem nada. Ele falou comigo que não falou nada disso. Fizeram um auê disso aí sem nada”, declarou o chefe do GSI.

Bolsonaro conseguirá 'despetizar' a máquina pública? SAIBA MAIS AQUI

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

Ler mais 56 comentários
  1. Começo a ficar muito preocupado com essa gente. Votei por mudanças mas eles não esperaram muito para nos decepcionar. É a última chance para o país deixar de ser uma república bananeira.

  2. 👏🏻👏🏻Finalmente dois ministros com bom senso acabaram com essa idiotice espalhada pelo idiota do novo chanceler filhote do Olavo de Carvalho e mais maluco q ele! Esse Bolsonaro e cia fslam

    1. Isto nao tem bada a ver com esquerda. Nenhum patriota quevse preze quer base estrangeira dentro do seu país: facil começar mas impossivel de acabar

  3. Quero ver em uma guerra, pra valer, o que o Brasil vai fazer. Não consegue nem debelar uma série de ataques no Ceará. Aí, fica um “nacionalismo” de melindres, dizendo que aqui, não,base america

    1. A Inteligência serve para se adiantar aos fatos e para minimizar possíveis crises e ataques. Que raio de inteligência é essa que não previu o esfaqueamento de Bolsonaro e essa crise ABSURDA no Ce

    2. O mundo inteiro está alerta para uma guerra iminente. O Brasil vai fazer o quê? Ficar olhando e tomando bomba, caso essa guerra ocorra?

  4. hein? O capitão sempre diz que quer uma aproximação maior com os EUA, Israel, e países europeus. Virar colônia da China e de tiranias islâmicas é que não dá. Com alguém temos que nos aliar.

  5. Será necessário caso a Venezuela tenha uma base Russa instalada em seu território, caso contrário não precisamos, foi isso que o Presidente deixou claro e a extrema imprensa fica futricando!

    1. Aliás, generais ficaram calados durante os muitos anos em que o Brasil foi destruído pela esquerda. Quem ganhou as eleições se chama Jair Messias Bolsonaro.

    1. Vão mesmo. aliás as flatulências pútridas ocasionalmente, muito, estão tornando este blog sinistro. Uma base americana, não é incomum , e até é recomendável.

  6. PERA AÍ… Essa é uma opinião pessoal de um militar graduado da caserna NÃO do núcleo central do governo… e até mesmo o próprio governo não falaria logo de cara pra imprensa… dira não!!

    1. Se foram um entrevistar UM DA CASERNA FORAM BOBOS os repórteres… claro que se militar vai esconder algo, VAI DIZER NÃO de qualquer jeito…

  7. Se um exercício de guerra na Venezuela envolvendo bombardeiros nucleares e Putin declarando que vai instalar fábricas de armamentos por lá não são “nenhuma demanda”, então tá. O último apaga

  8. Faz um certo sentido não dar o primeiro passo e não oferecer desculpas à Rússia e Venezuela. E muito provavelmente a iniciativa de não instalar a base foi dos EUA, mais lúcido e realista neste t

  9. Os militares brasileiros seguem a nossa já clássica cegueira nacional, acham que nosso carisma, malandragem e samba no pé ganha uma guerra. Vadmir Putin e Nicolás Maduro riem e agradecem.

  10. Não tem problema general, a Colombia já saiu na frente e até já faz parte da OTAN. Se Putin instalar uma base na Venezuela a Colombia aceitará de bom grado a base. Fique com seu orgulho brazuca.

  11. A falta de visão estratégica dos militares de hoje é de abismar. Será que não estão vendo o óbvio e que o mundo caminha para uma guerra? quando ocorrer, dirão…ninguém imaginava! eu, hein…

  12. Eu acho que uma base militar e para lançamento de foguetes é algo que pode ser negociado, sim. O mundo caminha para o enfrentamento contra os muçulmanos. O lado do Brasil é EUA.