Urgente: ministro da Defesa pede demissão

Urgente: ministro da Defesa pede demissão
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva, acaba de pedir demissão. Esta é a segunda baixa no governo Jair Bolsonaro nesta segunda-feira.

Por meio de nota oficial, o general declarou que deixa a pasta com a sensação de “dever cumprido”.

“Agradeço ao Presidente da República, a quem dediquei total lealdade ao longo desses mais de dois anos, a oportunidade de ter servido ao País, como Ministro de Estado da Defesa”, disse.

Ele ainda prosseguiu:

“Nesse período, preservei as Forças Armadas como instituições de Estado. O meu reconhecimento e gratidão aos Comandantes da Marinha, do Exército e da Aeronáutica, e suas respectivas forças, que nunca mediram esforços para atender às necessidades e emergências da população brasileira. Saio na certeza da missão cumprida”.

Mais cedo, o ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, também entregou o cargo.

Leia na íntegra a nota oficial do Ministério da Defesa

Leia mais: Assine a Crusoé, a publicação que fiscaliza TODOS os poderes da República.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO