ACESSE

Ministro da Justiça aponta intromissão indevida da ONU

Telegram

Torquato Jardim disse ao Painel da Folha que a “liminar” do Comitê de Direitos Humanos da ONU que beneficiaria Lula não tem “nenhuma relevância jurídica”.

Ex-ministro do TSE e advogado com experiência em direito eleitoral, o ministro da Justiça afirmou que a ação do colegiado internacional é “uma intromissão política e ideológica indevida em tema técnico-legal”.

Torquato criticou, ainda, “a manipulação sectária a que se permite a ONU”.

Comentários

  • Castrinho, -

    Meus comentários aqui sempre são bem-humorados. Hoje, não! O Governo Federal não tem nenhum embaixador, ou funcionário regiamente pago, na ONU ou nos EUA? Procurando o que fazer? Então merece!!!

  • nena -

    Lula e a ONU poderiam se juntar num grande abraço: o abraço de náufragos, com grande possibilidade de afundarem juntos. Para o bem da humanidade!

  • Luis -

    Chuuupa Onu!

Ler 39 comentários