Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Ministro da Justiça atuou por privilégios de policiais na reforma administrativa

Anderson Torres, provável candidato ao governo do DF pelo partido que resultará da fusão entre DEM e PSL, negociou diretamente com o relator da proposta
Ministro da Justiça atuou por privilégios de policiais na reforma administrativa
Foto:Isaac Amorim/MJSP

O ministro da Justiça, Anderson Torres, provável candidato ao governo do DF pelo partido que resultará da fusão entre DEM e PSL, atuou nos bastidores para garantir privilégios para as carreiras policiais na reforma administrativa.

Torres negociou diretamente com o presidente da Câmara, Arthur Lira, e com o relator da reforma administrativa, Arthur Maia (DEM-BA), a possibilidade de aposentadoria para policiais com o salário integral e paridade.

Com isso, os policiais que se aposentarem voltam a ter direito de receber os reajustes daqueles que estão na ativa.

Torres fez questão de publicar no Twitter, em 16 de setembro, que estava em contato com Lira e Maia para que direitos fossem “reconquistados” para as forças de segurança.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO