Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Ministro da Justiça tem aval do PSL para ser candidato em 2022

Anderson Torres, que já foi secretário de Segurança do DF, poderá concorrer ao Senado ou mesmo ao governo local no ano que vem
Ministro da Justiça tem aval do PSL para ser candidato em 2022
Foto: Isaac Amorim/MJSP

O Antagonista apurou que o atual ministro da Justiça e da Segurança Pública, Anderson Torres, tem o aval da cúpula do PSL para se candidatar em 2022.

Torres poderá escolher se tentará uma vaga ao Senado ou mesmo o governo do Distrito Federal.

Antes de assumir o cargo de ministro, ele era secretário de Segurança do governador Ibaneis Rocha (MDB).

Amigo de Flávio e Eduardo, Torres se aproximou da família Bolsonaro em 2010, quando se tornou chefe de gabinete do então deputado federal Fernando Francischini.

Pela regras eleitorais, caso se candidate, Torres teria que deixar o cargo até abril do ano que vem.

O ministro da Ciência, Tecnologia e Inovações, Marcos Pontes, também é filiado ao PSL, mas não há, até aqui, qualquer conversa concreta na cúpula do partido sobre eventual candidatura dele em 2022. Pontes é também o primeiro-suplente do senador Giordano — prestes a migrar para o MDB –, que assumiu a vaga com a morte de Major Olimpio, vítima de Covid.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO