Ministro da Saúde usou dinheiro da Caixa em negócio de filho

Investigação da Caixa aponta que Gilberto Occhi, ministro da Saúde, usou recursos do banco na compra de casa lotérica vendida por seu filho, Gustavo Occhi, e Diogo Andrade dos Santos, seu enteado, em Alagoas, publica a Folha.

A negociação teria acontecido em 2011, quando o atual ministro era superintendente nacional de Gestão da Caixa no Nordeste.

O problema, segundo a investigação, é que as lotéricas foram “concedidas apesar de restrição prevista no decreto que versa sobre o nepotismo na administração pública”.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO