ACESSE

Ministro de Minas e Energia discute mercado de petróleo no G20

Telegram

O ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, participou hoje de videoconferência com os demais ministros de energia do G20.

Em seu breve pronunciamento, Bento destacou o acordo feito ontem pela Opep para cortar em 10 milhões de barris a produção mundial diária de petróleo.

“Espero que o mundo possa superar esse crise, sem precedentes, no mais breve prazo e estou certo de que nós, do setor de energia, temos um papel fundamental para que isso seja possível. Nesse sentido, o Brasil congratula a Arábia Saudita e os países da Opep + pelo acordo de ontem, que contribuirá para a estabilização do mercado de petróleo.”

O ministro também destacou as ações da Petrobras, que reduziu em 200 mil barris a produção de petróleo por dia e cortou a produção de combustíveis em suas refinarias.

“Nesse contexto, o Brasil entende que o mercado internacional de petróleo é que deve, por meio de mecanismos existentes, encontrar um preço de comercialização dessa commodity.”

Leia também: O remédio para a pandemia?

Comentários

  • Claudete -

    Fato. Ótimo pronunciamento.

  • GAC -

    Ou seja, num momento de crise o governo congratula por fazer os preços dos combustíveis permanecerem altos.

  • 3pinos -

    vendamos a bodega petroleira em vamos em frente .... vai que a turma do luladrão volta com o uma treta tipo pós-sal .... a do pré-sal vcs já viram onde foi parar né ...

Ler 5 comentários