Ministro do TCU nas asas do jatinho de Joesley

Por falar em tribunais de contas, o Estadão publicou uma reportagem sobre um fato espantoso: o ministro Bruno Dantas, do TCU, usou o jatinho da J&F para ir de Recife a Brasília, em setembro de 2016, quando Joesley Batista já era investigado pela Lava Jato.

Perguntado sobre o assunto pelo jornal, Bruno Dantas disse, em nota, que teve um “superficial e esporádico convívio social” com Joesley, que “não infringiu normas legais”.

O TCU apura a legalidade dos repasses do BNDES à J&F — repasses nada superficiais e esporádicos que totalizam 10 bilhões de reais.

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;

Ler 3 comentários