ACESSE

Ministro nega pedido de prisão de lobista, advogado e ex-dirigentes de fundos de pensão

Telegram

O ministro Celso de Mello rejeitou pedidos de prisão preventiva do empresário Arthur Machado e do lobista Milton de Oliveira Lyra, o Miltinho, considerado operador do MDB.

O decano também não autorizou a prisão temporária do advogado Marcos Joaquim, dos ex-dirigentes de fundos de pensão Wagner Pinheiro e Antônio Carlos Conquista, além do executivo Alexandre Monteiro.

Também foi rejeitado o pedido contra Marcos Stamm, secretário parlamentar do deputado Sergio Souza e ex-diretor de Itaipu.

Como Gilmar Mendes agiu para impor sua vontade ao Supremo. Mais aqui

Comentários

  • Jose -

    O decano deu cano. Simples assim.

  • José -

    Para prender tem que ser ladrão de galinha, corrupto tem imunidade no STF, lá corrupto tem causídico de plantão.

  • Fátima -

    Então é fato: Celso de Mello debandou de corpo e alma pra panelinha pró corrupção. Esses irresponsáveis estão incendiando o Brasil. Pagarão por isso.

Ler 81 comentários