Ministros pressionam por divulgação do áudio da JBS

Assim que ouvir a polêmica gravação da JBS, Edson Fachin vai compartilhar seu conteúdo com Cármen Lúcia para avaliar como o STF deve ser pronunciar, inclusive a respeito da suspensão ou não do sigilo.

O Antagonista apurou que os demais ministros pressionam para que o áudio seja logo divulgado para que não pairem dúvidas sobre o STF.

48 comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

1200

  1. O Antagonista já pode ser considerado o MICO da década!
    É claro que são desinformações, estão de conluio com a Rede Globo e nonfundonsempre apoiaram esse Janot, esse Fachin, o Joesley, dão voz ao Randolfe, ao Barroso, a advogados de bandidos…

  2. Só vou ressaltar o seguinte: as notícias de hoje na Falha sobre o assunto foram publicadas pela Monica Bergamo, o que implica o dedo do Zé Dirceu por trás (sem trocadilho.) Quem soltou e mantém solto o terrorista foi o judiciário, então seria no mínimo irônico o STF agora ser atingido pelos conchavos que esse bandido está fazendo pelos bastidores. Vai lá, soltar psicopata com a esperança de que ele derrube o governo que não quer atender às suas extorsões, judiciário de m*. Agora, toma.

  3. “O Cara” disse que tem uma Suprema Corte acovardada, quer mais, e também o STJ e o Congresso. No mínimo paira dúvidas sim sobre essas instituições, pois o Cara ainda está solto….

  4. Falo desde o início > Armação… Rede Esgoto comunista/PT.
    Espero q os Antagonistas parem de ser ingênuos e vejam q o Bolsonaro nada tem de populista ou simplista e q o País chegou em um ponto onde medidas duras de disciplina e ordem devem ser, infelizmente, tomadas doam a quem doer e por mais q pareçam antipáticas. Ou todos se dão conta disso ou vamos continuar na zona.

  5. Sinto-me reconfortado. Foi o que sempre disse: a delação era fajuta e não passava de armação contra Temer. A coisa virou. Como ficam vocês que tanto o atacaram e emprestaram prestígio à mutreta Janot/Joesley? Ficam com cara de tacho. E isso.
    Obs. mesmo que os novos censores não publiquem, meu comentário fica para vocês

    1. Rede esgoto comunista/PT… Sabia desde o início e cansei de falar isso aqui. Antagonistas: Entrevistem o Bolsonaro , parem ingenuidade e percebam de uma vez por todas q o País precisa urgente de ordem e disciplina. Ou tomamos medidas sérias e duras ou nunca sairemos desse esgoto. Caim na real e saim do mundo da fantasia/utopia.

  6. Se o stf não divulgar as gravações na íntegra, estará comprovando ao Brasil e ao mundo, que está mancomunado com criminosos da pior espécie, cuja atuação joga por terra a esperança de dias melhores para o sofrido povo brasileiro.

  7. Ontem ouvi Marco Aurélio e Fux manifestando o receio de que o STF seja colocado em dúvida, se não for divulgado os ministros desta gravação. Achei exagero dos dois. Claro que devem divulgar os nomes, mas só quero saber por curiosidade e para que sejam punidos. Quanto a instituição STF… Mas quem sabe, agora, acordem para o que de tão grave tem acontecido no Brasil!!! Que coloquem em prática os discursos – sempre muito apropriados e excepcionais – de Cármen Lúcia e de Barroso? Espero que esta flecha de Janot seja certeira e mortal, sem firulas!!!

  8. Bolsonaro lança livro contando sua história.
    Mundolivro.com.br
    Bolsonaro lidera no RS, instituto Paraná pesquisa de hoje.
    http://polibiobraga.blogspot.com.br/2017/09/bolsonaro-lula-e-doria-lideram-pesquisa.html?m=1

    1. Na real, conversei com gente que conviveu com o Bolsonaro quando ele estava no exército e os caras gostam dele. Disseram que é a última tentativa de mantermos uma democracia, caso contrário terão que agir… Principalmente se o líder da ORCRIM não for preso. Eles já possuem uma estratégia programada para isso. Não tem mimimi!

    2. Na Real,
      A única coisa para que serve o Exército no Brasil é pra tapar o buraco da PM na guerra civíl no RJ (e olha lá… vide cabo preso). De resto, não adianta, Ninguém, com N mesmo, tem a menor esperança (nem desejo) de ver o Exército agir.
      Não delira.