Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Miranda adia depoimento à PF para acompanhar filha em competição de kart

O deputado que denunciou o caso Covaxin alegou que a mudança de data se deu por motivo estritamente pessoal. Oitiva ficou para a semana que vem
Miranda adia depoimento à PF para acompanhar filha em competição de kart
Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

Luis Miranda confirmou a O Antagonista que seu depoimento à Polícia Federal no inquérito que apura o caso Covaxin, previsto para esta terça-feira (20), foi adiado para a semana que vem.

O deputado do DEM do Distrito Federal alegou que teve de acompanhar a filha em uma competição de kart em Londrina, no Paraná, onde a família está nesta semana.

“Criou-se esse clima de recesso e eu estou aqui com ela. O delegado compreendeu perfeitamente”, afirmou o deputado, que, como este site noticiou em primeira mão, levou a Jair Bolsonaro as denúncias de possíveis irregularidades na aquisição da vacina indiana contra a Covid.

Segundo Miranda, o adiamento se deu por motivo estritamente pessoal.

“Não tem nada a com ver com a PF, com a investigação em si, com essas fofocas e esses vazamentos seletivos que estão saindo aí”, afirmou.

O depoimento será, provavelmente, na próxima terça-feira (27).

Ontem, como registramos, o deputado desmentiu informações de que o seu irmão, o servidor do Ministério da Saúde Luis Ricardo Miranda, não teria as provas de que sofreu pressão na pasta.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO