Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Moraes afasta delegado de inquérito sobre interferência de Bolsonaro na PF

Segundo o ministro do STF, Felipe de Barros Leal adotou providências desalinhadas ao objeto da apuração e questionou atos bem posteriores a denúncia de Moro
Moraes afasta delegado de inquérito sobre interferência de Bolsonaro na PF
Foto: Nelson Jr./SCO/STF

Alexandre de Moraes determinou nesta sexta-feira, 27, o afastamento do delegado Felipe Alcântara de Barros Leal do comando do inquérito que investiga a suposta interferência do presidente Jair Bolsonaro na Polícia Federal.

O ministro do STF também notificou o diretor-geral da PF, Paulo Maiurino, para que escolha o novo responsável pelas investigações.

Na decisão, Moraes elencou providências adotadas por Leal desalinhadas ao objeto da apuração e disse que o delegado questionou uma série de atos na gestão de Maiurino, iniciada em abril deste ano —bem depois de Sergio Moro denunciar, em abril de 2020, tentativas de interferência do presidente na PF.

LEIA AQUI a reportagem de Ana Viriato na Crusoé; assine a revista e apoie o jornalismo independente.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO