Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Moraes concede domiciliar a bolsonarista que disse ter prêmio por “cabeça” do ministro

O professor Márcio Giovani Niquelate foi preso preventivamente em Santa Catarina às vésperas dos atos golpistas do 7 de Setembro
Moraes concede domiciliar a bolsonarista que disse ter prêmio por “cabeça” do ministro
Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil

O ministro Alexandre de Moraes (foto) mandou para a prisão domiciliar o professor Márcio Giovani Niquelate, detido às vésperas dos atos golpistas do 7 de Setembro. Ele terá de usar tornozeleira eletrônica.

Conhecido como Professor Marcinho, ele é acusado de divulgar nas redes sociais ameaças ao próprio ministro do STF.

Niquelate foi preso preventivamente em Santa Catarina, em 6 de setembro, por ordem de Moraes, que atendeu a um pedido da Procuradoria-Geral da República.

Durante uma transmissão ao vivo, ele afirmou que um empresário estava oferecendo dinheiro “pela cabeça” de Moraes.

Não vou falar agora quem é, porque podem me torturar, mas tem um empresário grande que tá oferecendo, tem até uma grana federal que vai sair o valor pela cabeça do Alexandre de Moraes, vivo ou morto, pra quem trazer ele. Demorou, mas aconteceu. Agora no Brasil, os ministros do STF vai ser assim, vai ter prêmio pela cabeça deles”, disse no vídeo.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO