Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Moraes libera depoimento de Salles à PGR, mas inclui PF no jogo

Ministro do STF disse que a Polícia Federal poderá ouvir o chefe do Meio Ambiente a "seu critério"
Moraes libera depoimento de Salles à PGR, mas inclui PF no jogo
Foto: Adriano Machado/Crusoé

Ricardo Salles poderá depor à PGR sobre a investigação contra ele por suposto favorecimento de madeireiros na região Norte do país. Mas a Polícia Federal também poderá ouvi-lo se achar necessário.

A autorização foi concedida ontem por Alexandre de Moraes, responsável pelo inquérito conduzido pela PF.

“Não há óbice, cumpre ressaltar, à eventual iniciativa da Procuradoria-Geral da República no sentido de ouvir o requerente, se assim entender pertinente, em atendimento à sua função institucional constitucionalmente definida”, disse o ministro.

O pedido para ser ouvido pela PGR partiu de Salles e, em sua decisão, Moraes incluiu a PF:

“A Polícia Federal, no decorrer da investigação e a seu critério, procederá a oitiva do ora requerente, na medida em que for necessária à elucidação dos fatos investigados.”

Essa investigação causou rusgas entre Moraes e a PGR, pois o órgão acusador foi excluído do começo da investigação.

O procurador-geral, Augusto Aras, só foi avisado da operação deflagrada contra Salles, o Ministério do Meio Ambiente e o Ibama depois que a PF já estava na rua cumprindo os mandados expedidos pelo ministro do STF.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO