Moraes manda a plenário virtual novo pedido de Witzel para suspender impeachment

Moraes manda a plenário virtual novo pedido de Witzel para suspender impeachment
Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

Alexandre de Moraes decidiu enviar ao plenário virtual do STF um novo pedido apresentado pela defesa de Wilson Witzel para suspender na Alerj o processo de impeachment do governador afastado do Rio, registra o Estadão.

O despacho, assinado na segunda (26), prevê que o julgamento seja iniciado no dia 6 de novembro. Ele pode durar até seis dias úteis —ou seja, até o dia 13.

No recurso, os advogados do governador afastado do Rio contestam uma decisão do próprio Moraes que, em agosto, autorizou a continuidade do processo de impeachment.

O ministro derrubou decisão tomada por Dias Toffoli durante o recesso do Judiciário determinando que a Alerj formasse uma nova comissão especial para julgar o caso de Witzel.

O ex-juiz é acusado pela PGR de integrar uma organização criminosa montada para desviar recursos de compras e contratações feitas pelo Estado.

Leia mais: O PGR age para blindar Bolsonaro? Clique aqui para ler na íntegra
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 6 comentários
TOPO