Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Moraes mantém prisão de Roberto Jefferson e diz que alta deve ser comprovada

Jefferson foi preso preventivamente em 13 de agosto por suposta organização criminosa que atuaria para desestabilizar a democracia e divulgar fake news
Moraes mantém prisão de Roberto Jefferson e diz que alta deve ser comprovada
Foto: Reprodução

O ministro Alexandre de Moraes manteve nesta quarta-feira (13) a prisão preventiva do do ex-deputado e presidente do PTB, Roberto Jefferson (foto), e afirmou que deve a efetiva alta hospitalar ser comprovada.

“Se comprovada, o ex-parlamentar deve imediatamente retornar à unidade prisional em que se encontrava custodiado. Deve o Hospital Samaritano Barra enviar a documentação pertinente imediatamente a esta Corte. O custodiado deverá ser escoltado pela Polícia Federal, com a devida retirada da tornozeleira eletrônica”, afirmou Moraes. 

Jefferson foi preso preventivamente em 13 de agosto por ordem de Moraes. O ministro atendeu a um pedido da PF, que investiga uma suposta organização criminosa que atuaria para desestabilizar a democracia e divulgar fake news sobre ministros do Supremo.

Mais cedo, a defesa de Roberto Jefferson afirmou ao Supremo que não houve descumprimento das restrições impostas ao uso do monitoramento eletrônico. A manifestação se deu após Moraes dar prazo para que a defesa explicasse supostas violações.

Clique aqui para ler a decisão de Moraes. 

Mais notícias
TOPO