Moraes nega pedido de Sara Winter para anular provas da CPI das Fake News

Moraes nega pedido de Sara Winter para anular provas da CPI das Fake News

Alexandre de Moraes negou pedido da bolsonarista Sara Winter para anular provas da CPMI das Fake News que foram inseridas nos inquéritos que correm contra ela no Supremo. Sara dizia que as provas eram falsas, mas o ministro decidiu que ela não apresentou nada que comprovasse suas alegações.

No despacho, Alexandre escreveu: “O pedido não comporta acolhimento. Na presente hipótese, a requerente [Sara] não apresentou indícios mínimos da inautenticidade dos documentos trazidos aos autos de forma a caracterizar a alegada falsidade. Flagrante a ausência de justa causa, a consequência é o indeferimento do pedido com imediato arquivamento da representação”, escreveu Alexandre, no despacho.

A decisão foi tomada no dia 21 de agosto e divulgada pela Globo. As informações foram confirmadas por O Antagonista.

Sara é investigada no inquérito das fake news e no inquérito dos atos antidemocráticas. É acusada de divulgar mentiras a respeito dos ministros do Supremo e de convocar e participar de atos com ataques às instituições.

Leia mais: CENSURA À IMPRENSA: O EXEMPLO QUE VEM DO SUPREMO
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 14 comentários
TOPO