ACESSE

Moraes pede que redes sociais guardem postagens de deputados bolsonaristas

Telegram

Além de prestarem depoimento, os deputados bolsonaristas citados por Alexandre de Moraes no inquérito das fake news poderão ter os conteúdos de suas postagens nas redes analisados.

Na decisão de hoje, o ministro determinou a expedição de ofício às redes sociais para que preservem o conteúdo das postagens de Bia Kicis, Carla Zambelli, Daniel Silveira, Filipe Barros, Cabo Junio do Amaral, Luiz Phillipe Orleans e Bragança, Douglas Garcia e Gil Diniz.

Na decisão, Moraes considerou “imprescindíveis a realização de novas diligências” para identificar autores e o alcance das ofensas contra ministros do STF.

Determinou que os policiais federais designados por ele para as investigações elaborem “laudos periciais necessários que demonstrem eventual prática de infrações penais, notadamente a participação em associações criminosas para proliferação de crimes e fake news, inclusive quanto ao modus operandi e aos financiamentos desses grupos”.

Leia também: Bolsonaro mandou investigar Witzel?

Comentários

  • Lafaiete -

    Ô gente, magistrado não PEDE! Manda, ordena, determina...

  • Izabel -

    Otimo!!! Finalmente vai acabar a quantidade de apoio a Bolsonaro e filhos

  • Joel -

    Tem que acabar com essas fakes...

Ler 26 comentários