Moro admite 'eventuais divergências' com Bolsonaro em decreto das armas

Telegram

Na Câmara hoje, Sergio Moro evitou dar declarações detalhadas sobre o decreto de armas e munições assinado por Jair Bolsonaro nesta semana.

“Eventuais divergências são tratadas no âmbito do governo, isso é normal”, disse o ministro a uma deputada que perguntou se ele tinha assinado o decreto sem concordar.

Leia a reportagem na Crusoé:

Moro na linha de tiro: o ex-juiz que virou ministro vai suportar o jogo pesado de Brasília? LEIA AQUI

Ao tratar de decreto das armas, Moro admite ‘eventuais divergências’

Comentários

  • Jaqueline -

    Bolsonaro quer todo mundo armado pra aliviar o trabalho da polícia. "O povo que se vire com os bandidos, talkei"

  • Presidente-XVII -

    ... interferências partidárias, e contra ativismos judiciais. Ser a favor de atrapalhas esquemas de corruptos é algo natural pra qualquer pessoa honesta.

  • Presidente-XVII -

    ... obrigação alguma de indicar Moro, por ele "ser como Barroso". Jair Bolsonaro tem é que indicar conservadores, cristãos, que tenha alto saber jurídico, que sejam blindados perante...

Ler 34 comentários