ACESSE

"Moro agiu de modo fiel ao interesse público para frear atos ilícitos"

Telegram

Acompanhe nossas notícias também pelo Google Notícias.

Acesse nossa página no serviço de notícias do Google e clique em SEGUIR ou no ícone

Deltan Dallagnol disse que “os atos narrados por Sergio Moro são intoleráveis”.

Em entrevista para o Estadão, ele disse também:

“A mensagem passada pelo ex-ministro da Justiça é de que renunciou porque não compactuaria com a manipulação de investigações em que o presidente e sua família têm interesse. A escolha dos dirigentes da polícia era só um meio para essa finalidade, a interferência (…).

Quando percebeu que não teria como obstar a possível interferência nas investigações porque o diretor-geral da PF estava sendo trocado à sua revelia, restou-lhe levar os fatos a público e pedir demissão como único modo de proteger a polícia, as investigações e o interesse público (…).

Moro agiu de modo fiel ao interesse público para frear atos ilícitos.”

Leia também: MORO FORA DO GOVERNO: NÃO ERA FAKE NEWS; É JORNALISMO

Comentários

  • Marli -

    Que bom que vocês existem !!!

  • TANIA -

    Mais um brasileiro que lutou contra a corrupção se distinguindo de quem idolatra político desonrado. Moro sempre correto. Bolsonaro se iguala aos anteriores. Que fase triste.

  • Margarida -

    Realmente, agora Bolsonaro sabe q se mexer com a PF , poderá sofrer impeachment, aprendeu enfim. TB não irá mais mandar ng pra rua, pq se formos pra rua, ele perde o gov. Enfim,Moro salva vidas TB.

Ler 96 comentários