Moro autoriza exames médicos em preso da Lava Jato

O Estadão informa que Sérgio Moro autorizou que Ildefonso Colares Filho, executivo ligado à Queiroz Galvão, saia da prisão para fazer exames médicos. Ele foi preso em agosto, durante a Resta Um, 33ª fase da Lava Jato.

A defesa alegou que o cliente “vem sendo submetido a rigoroso acompanhamento médico clínico e oncológico pós-cirúrgico de tratamento de tumores pulmonar (diagnosticado e tratado em 2011) e hepático (diagnosticado e tratado em maio de 2016)”.

Moro determinou que os exames sejam custeados pelo investigado. Além disso, policiais federais vão acompanhar o acusado no hospital.