Moro determina que PF ouça Bumlai amanhã

A defesa de José Carlos Bumlai peticionou ao juiz Sérgio Moro a realização de uma audiência de custódia. O objetivo da defesa era que Bumlai pudesse ser ouvido logo pelo juiz, diante da demora da PF para colher seu depoimento.

O advogado Arnaldo Malheiros Filho alegou que a PF só queria ouvir Bumlai depois da análise do material apreendido na busca e apreensão, o que só deveria acontecer em dez dias.

Moro não deferiu o pedido, explicando que audiências de custódia são utilizadas apenas em caso de prisão em flagrante ou para avaliar coação física ou moral, maus-tratos e outras irregularidades.

O juiz, porém, determinou que o pecuarista seja ouvido pela PF amanhã ou na segunda-feira, sem prejuízo de nova oitiva após exame do material apreendido.

Faça o primeiro comentário