Moro e a deterioração da coisa pública

Em post anterior, falamos de como Sérgio Moro está decepcionado com o efeito da Lava Jato. A operação que desvendou o maior esquema de corrupção de todos os tempos não provocou respostas institucionais, virou uma “voz pregando no deserto”.

Moro descreveu, ainda, o cenário institucional brasileiro, que impede o surgimento de qualquer iniciativa moralizadora: “Nós temos uma corrupção sistêmica profunda e penetrante no âmbito da administração pública.” Para o juiz, a deterioração da coisa pública “é extremamente preocupante”.

Faça o primeiro comentário